Projetos de Sinalização Acessível

Pets também precisam de acessibilidade.
26/10/2017
Acessibilidade na orla do Guaíba.
06/08/2018
Show all
placa-braille-acessibilidade

Sinalização acessível para o seu negócio deve ir além de placas com braille.

 

Os projetos de sinalização acessível nas empresas podem criar um diferencial competitivo e ao mesmo tempo deixá-las adequadas a legislação. Para que isso ocorra é importante que esses projetos de sinalização acessível levem em conta alguns critérios técnicos.

Saiba nest post o que é importante para implementar a sinalização acessível e atender da maneira correta o enorme público com deficiência visual.

De acordo com o último senso do IBGE, realizado em 2010, 45,6 milhões de pessoas declararam ter algum tipo de deficiência e entre elas a mais comum foi a visual.

Segundo o senso existiam no país 528.624 pessoas cegas e mais de 6 milhões de pessoas com baixa visão ou visão subnormal (com grande dificuldade em enxergar). Além disso, outros 29 milhões de pessoas declararam possuir alguma dificuldade permanente de enxergar, apesar de usar óculos ou lentes.

Esses números aumentam consideravelmente ano após ano devido a problemas como catarata, glaucoma e consequências da diabete. Segundo dados do World Report on Disability 2010 e do Vision 2020, a cada 5 segundos 1 pessoa se torna cega no mundo.

Conhecendo esses números podemos perceber a importância de se ter uma sinalização acessível não só para promover a igualdade de direitos e fomentar a inclusão social, mas também para ampliar o mercado consumidor em qualquer segmento de negócio.

Também é importante que se tenha a consciência que a sinalização acessível é fundamental para um bom projeto de acessibilidade, assim se garante a autonomia das pessoas com alguma deficiência visual.

 

O que diz a legislação?

Hoje o Brasil conta com o Estatuto da Pessoa com Deficiência ou como também é conhecido Lei Brasileira da Inclusão. A lei é bastante ampla e trata da acessibilidade e da inclusão em vários aspectos, assim ficam assegurados os direitos das pessoas com deficiência.

EVITE MULTAS

Seguir essa LEI pode evitar multas decorrentes da falta de acessibilidade e em casos mais complexos evitar a cassação do alvará de funcionamento do seu negócio.

Já a NBR 9050 é a principal norma que estabelece os parâmetros e critérios técnicos para as adequações de acessibilidade. Além dela outras normas são mais específicas como a NBR 16537 que trata exclusivamente da sinalização tátil no piso, portanto todas as novas construções e adequações devem ser baseadas nessas normativas.

 

Mas como fazer projetos de sinalização acessível?

Nos projetos de sinalização acessível como em todos os projetos que pretendem ser acessíveis deve-se partir do conceito de DESENHO UNIVERSAL, assim a sinalização poderá ser entendida por todas as pessoas.

No caso das deficiências cada uma tem sua particularidade, hoje vamos nos ater apenas a sinalização focada nas pessoas com deficiência visual.

Muito bem, vamos lá! Você já sabe o quanto é importante ter uma sinalização acessível nos mais variados locais sejam empresas, prédios públicos e espaços de uso comum. Mas, por onde começar!?

Pense sempre em uma ROTA ACESSÍVEL, tanto para espaços externos quanto internos. Essa rota é um trajeto livre de obstáculos desde a origem até o destino final, a partir dela vai ficar mais fácil identificar os pontos que precisarão ser sinalizados.

É preciso que nessa rota se forme um sistema de sinalização onde PISOS TÁTEIS, MAPAS TÁTEIS e as PLACAS DE SINALIZAÇÃO formem um conjunto que garanta uma maneira segura de guiar as pessoas com deficiência visual pelos espaços. Indicando, por exemplo a localização de sanitários, balcões de atendimento, salas, bebedouros, etc.

 

Pisos Táteis

Os pisos táteis são parte fundamental em projetos de sinalização acessível e servem para a orientação de pessoas com deficiência visual como cegos ou pessoas com baixa visão orientando os caminhos que devem ser percorridos.

Os pisos táteis se dividem em dois tipos DIRECIONAL (os tracinhos) que indica uma direção a ser seguida, e o ALERTA (as bolinhas) que serve para indicar algum obstáculo como a aproximação de uma escada ou de mobiliário urbano como uma lixeira, por exemplo. O piso de alerta também pode indicar uma intersecção ou mudança de direção.

 

Um tipo de piso para cada ambiente

Os pisos táteis podem ser encontrados em diversos materiais, porém é importante que se leve em conta os locais onde serão instalados.

Assim, alguns materiais são mais indicados para áreas internas como os de PVC por exemplo. Apesar de serem de fácil aplicação, pois são fixados através de cola química, não são muito resistentes a intempéries.

Pisos em concreto são mais indicados para áreas externas, porém deve-se ter cuidado ao escolher o material levando em conta sua resistência para que suporte um grande fluxo de pessoas e veículos.

Uma possibilidade quando se busca uma intervenção visual mínima nos ambientes priorizando a estética é a utilização dos elementos táteis. Ao contrário das placas de concreto ou PVC são instalados individualmente e de forma mais rápida e limpa.

Estes pisos podem ser instalados de duas formas, uma delas é através de adesivos químicos com a ajuda de um gabarito e sem necessidade de furação. Outra forma é a do modelo pinado, onde é feita uma furação e o pino é encaixado e colado dando alta resistência mecânica ao piso tátil.

O ideal é sempre procurar um especialista em acessibilidade para que indique o tipo de piso tátil mais adequado para cada espaço levando em conta o fluxo de pessoas e o pavimento existente.

Também é muito importante que se leve em conta nos projetos de sinalização acessível o contraste do piso tátil e o local onde vai ser instalado. A NBR 9050 estabelece critérios rígidos sobre a cor do piso e o contraste com o pavimento.

É através do contraste que pessoas de baixa visão podem detectar o trajeto que deve ser seguido.

 

piso tátil

 

 

Mapas Táteis

Mapas táteis são recursos importantes para auxiliar na orientação das pessoas com cegueira ou baixa visão e nos projetos de sinalização acessível devem ser planejados para ser utilizados juntamente com o piso tátil.

Quando não existe o piso tátil é através dos mapas que as pessoas cegas podem ter uma noção do espaço nos ambientes, pois é possível criar uma imagem mental do trajeto a ser seguido, isso auxilia as pessoas com deficiência visual na sua locomoção dando lhes maior independência.

projetos de sinalização acessível mapa tátil

 

 

Portanto é necessário que os mapas transmitam informações de forma clara e direta, priorizando sempre uma rota acessível. Quanto maior o número de detalhes e informações em um mapa, mais difícil será para o usuário lembrar dessas informações. Em trajetos muito longos ou complexos, com muitas bifurcações por exemplo, é recomendável que se divida o percurso em mais de um mapa.

Os mapas podem servir para indicar trajetos tanto em ambientes internos como também ao ar livre e sua aplicação é indicada para uma grande variedade de espaços, tais como: hospitais, prédios comerciais, condomínios, universidades, agências bancárias, escolas, shopping centers, hotéis, parques, etc.

A construção de mapas táteis deve seguir as especificações definidas pela norma da ABNT NBR 9050. As letras utilizadas devem estar entre as famílias de fontes indicadas pela norma e suas dimensões mínimas e máximas também devem ser respeitadas, bem como a altura de relevo. O braille também deve seguir as especificações técnicas.

 

mapa-tatil

 

Placas Braille

Placas de sinalização braille informam e possibilitam a autonomia das pessoas cegas ou com baixa visão na sua locomoção em edificações e espaços urbanos.

É fundamental que toda sinalização seja autoexplicativa, perceptível e legível para todos, inclusive às pessoas com deficiência. As placas em braille também devem cumprir os parâmetros estabelecidos na NBR 9050 com a escrita em braille, textos e pictogramas com relevo.

 

projetos de sinalização acessível placas de sinalização com braille

 

As placas de sinalização com braile podem ser produzidas em diferentes materiais como inox, acrílico, MDF, ACM, dessa forma podem se integrar a qualquer projeto de sinalização.

As placas com braille também devem ser instaladas conforme o que estipula a norma NBR 9050. Um ponto importante a ser observado é com relação as alturas, as placas devem ser instaladas numa faixa de alcance entre 1,20m e 1,60m de altura. Elas nunca devem ser instaladas diretamente nas portas, sempre nos batentes ou paredes adjacentes.

 

placas-braille

 

Sinalização Sonora

As sinalizações táteis são fundamentais para as pessoas cegas ou com baixa visão, porém não são as únicas, uma forma muito importante de comunicar é também prevista na NBR 9050 é a sonora. Dispositivos sonoros são muito eficazes e além de uma questão de segurança podem facilitar muito a vida das pessoas com alguma deficiência visual.

Sua utilização vai depender dos espaços onde serão implantados, em ambientes urbanos como calçadas os sinais sonoros podem evitar acidentes, como em saídas de garagens por exemplo, plataformas de trens ou semáforos. Já em ambientes internos a integração com as placas informativas através de novas tecnologias permite o uso de sintetizadores de voz que transmitem as informações impressas.

 

Agora é só começar!

Bom, como você viu existem várias opções para a melhoria da qualidade de vida de todas as pessoas, basta empresas, entidade e órgãos públicos estarem dispostos a iniciar esse processo. Além de promover o bem-estar de todos você ainda vai criar um enorme diferencial competitivo para o seu negócio.

Tornar seu negócio acessível é uma realidade possível e pode custar menos do que você imagina. Para isso basta contar com profissionais que irão auxiliar nos projetos e indicar a forma correta de fazer as adequações necessárias.

 

produtos para acessibilidade